Rafael Rabelo Pinheiro foi encontrado morto na manhã deste sábado (22) com marcas de agressão pelo corpo e perfurações na parte de trás da cabeça.

O diretor de escola municipal de Caracaraí, Rafael Rabelo Pinheiro, que foi atacado com pedaços de madeira que continham pregos Arquivo pessoal Três homens foram presos suspeitos de matar o professor Rafael Rabelo Pinheiro, de 29 anos, na tarde deste sábado (22) em Caracaraí, município ao Sul de Roraima.

Os suspeitos disseram aos policiais que receberam R$ 400 de Rafael em troca de favores sexuais, mas não ficaram satisfeitos com a quantia e mataram o professor.

Depois do assassinato, o trio roubou a moto e o celular da vítima. O corpo de Rafael foi encontrado abandonado em uma pista de corrida de motos.

Ele tinha marcas de agressões e perfurações na parte de trás da cabeça, pois teria sido atacado com pedaços de madeira com pregos.

A PM encontrou os três juntos em uma casa no Conjunto Amajarí.

Os objetos roubados foram recuperados e os suspeitos levados a delegacia do município.

A identidade dos suspeitos ainda não foi confirmada pela PM. A família reconheceu o corpo de Rafael, que é diretor da escola municipal Idnea Barbosa Ferreira.

O Instituto Médico Legal está a caminho do local para remover o corpo.