Gestão estadual recomenda que prefeituras sigam a mesma orientação (Foto: Reprodução)

O governo de São Paulo cancelou o ponto facultativo do carnaval para tentar conter o avanço da Covid-19 no estado. O anúncio foi feito na tarde desta sexta-feira (29) pelo governador João Doria (PSDB).

"O governo de São Paulo, assim como a prefeitura da capital, cancela o ponto facultativo do carnaval. Portanto, não teremos feriado de carnaval em todo o estado. Essa é a recomendação do Centro de Contingência para, com isso, manter sob controle a expansão da pandemia", afirmou Doria.

O secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, disse que as prefeituras têm autonomia para tomar a decisão, mas orientou que sigam a recomendação do governo estadual.

"O governo do estado toma esta decisão por entender que, pela saúde, é o mais correto para seguir com esse arrefecimento da evolução da pandemia no estado. É um ponto facultativo, portanto, o governo do estado, tomando essa decisão, as prefeituras também têm essa prerrogativa no que tange os serviços municipais. A Prefeitura de São Paulo já tomou essa decisão, e a nossa recomendação é que sigam essa prerrogativa da ciência de medicina", disse o secretário.

Reclassificação

Durante a coletiva, a gestão estadual também divulgou mudanças na reclassificação do plano estadual de flexibilização econômica.

A região de Ribeirão Preto foi colocada na fase vermelha, a mais restritiva, após atingir 82% na taxa de ocupação dos leitos de UTI para Covid-19.

Já as regiões de Sorocaba e Presidente Prudente, por apresentarem melhoras nos indicadores de saúde, passaram à fase laranja.

Este final de semana será o primeiro em que todo o estado deverá ficar na fase vermelha da proposta.

As regras mais restritivas de isolamento social, determinadas das 20h às 6h nos dias úteis, e aos sábados, domingos e feriados, entraram em vigor na última segunda-feira (25).

Nesta fase, só estão autorizados serviços essenciais, como padarias, mercados e farmácias. Já bares, restaurantes e comércio não podem funcionar.

A medida valerá, em todo o estado, nos finais de semana dos dias 30 e 31 janeiro e 6 e 7 de fevereiro.

As informações são do G1.

Deixe seu Comentário