(Foto:Portal Bueno)

Em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Sincomércio do Pontal do Paranapanema elaborou algumas recomendações e sugestões aos empresários do comércio da sua área de atuação.

São elas:

Ofereça aos seus clientes agendamento individual com toda segurança, para prevenção e propagação do coronavírus. Oferte aos seus funcionários toda proteção necessária contra a infecção por contato físico ou coletivo.

Proporcione liquidações, promoções, entre outros atos necessários para a venda de suas mercadorias, e uma forma de promover isso por meio de mecanismos virtuais, como aplicativos, redes sociais (Facebook, Instagram, Whatsapp) etc.

Ofereça entrega a domicilio de mercadorias aos seus clientes, por meio de correio, moto-boy, etc., para que os mesmos evitem se locomoverem até o seu estabelecimento.

Tenha cuidado nas compras ou estoques de produtos voltados às "Datas Especiais", como a Páscoa, até obter um posicionamento sobre melhorias na propagação do coronavírus e as ações do governo de contenção do mesmo.

Atenção às ferramentas disponibilizadas pelo governo, bancos e fornecedores a fim de prorrogar ou suspender os pagamentos de duplicadas, boletos, impostos, entre outros, na hipótese das ações de contenção contra a propagação do coronavírus se estender por muitos meses.

Na condição de afastamento dos funcionários do contrato de trabalho, utilize as ferramentas dadas pelas regras da Lei Federal 13.979/2020.

O Sincomércio está disponibilizando seu departamento jurídico para informar os rocedimentos necessários.

Conforme o presidente do Sincomércio do Pontal do Paranapanema, Guido Denippotti, as recomendações anunciadas visam dar segurança aos empresários e sua clientela “diante do momento delicado e preocupante”.

“Ainda não tivemos casos confirmados em nossa região, por isso vejo que não é momento de fechar o comércio, no entanto temos que tomar precauções”, afirmou Denippotti, ao sugerir, por exemplo, promover atendimento personalizado para evitar a aglomeração dentro da loja.

O presidente do Sincomércio menciona ainda a necessidade de as empresas disponibilizarem álcool em gel para o cliente e funcionários, bem como evitar o contato físico.

Em relação à situação econômica das empresas por conta do Covid-19, Denippotti recomenda um cuidado redobrado dos empresários na compra de estoques, principalmente nas datas especiais, como é caso da Páscoa. “Não sabemos como vai se desenvolver os próximos 30 dias”, alertou.

Para o presidente do Sincomércio, a promoção de liquidação de mercadorias ou entregas a domicílio pode contribuir para minimizar o baixo volume de vendas no período.

As Informações são da Assessoria de Imprensa

Deixe seu Comentário