Associação Comercial de Presidente Venceslau critica decisão do TJ-SP sobre CEJUSC

A Associação Comercial cita que mobilizou a Prefeitura, o Sincomércio e o Sincomerciários para implantação do beneficio, que é a conciliação antes de qualquer medida judicial.

(Foto: Arquivo / Internet)

Em nota, a Associação Comercial e Industrial de Presidente Venceslau lamentou a decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo e do Conselho Nacional de Justiça sobre os pedidos de designação de audiências de conciliação, no CEJUSC (Centro de Solução de Conflitos e Cidadania), que agora terão um custo para quem as requerer.
“Com exceção daqueles que gozam da gratuidade da Justiça, todos os demais interessados que se utilizarem do CEJUSC, para resolver as suas pendências financeiras com os seus consumidores, serão penalizados com o custo do conciliador”, informa a entidade.
A Associação Comercial cita que mobilizou a Prefeitura, o Sincomércio e o Sincomerciários para implantação do beneficio, que é a conciliação antes de qualquer medida judicial.
“Agora, lamentavelmente, temos uma noticia que desagrada aos empresários, pois inviabilizará o pedido de conciliação, dependendo do valor da cobrança”, relatou a entidade.
A Associação Comercial informou que comunicará seus parceiros “e tomará as medidas cabíveis para reverter este quadro desfavorável à classe”.

Jornal Tribuna Livre.

Comentários