Secretaria de saúde orienta venceslauenses para o combate ao aedes aegypt

Até esta quarta-feira (13), foram realizadas no município 220 notificações, sendo 81 casos confirmados, 20 negativos e 119 aguardando.

A Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Presidente Venceslau comunica que o Estado de São Paulo está num período critico de infestação pelo mosquito Aedes aegypti. “Isto é causado devido a alterações climáticas, com alto índice de chuva e calor intenso, que facilitam a proliferação do mosquito, que precisa de água parada e calor para se reproduzir”, informa a secretaria.

Além desses agravantes, um novo tipo de vírus está circulando, o SOROTIPO 2 da dengue, o qual já foi detectado em Presidente Venceslau, através de exame sanguíneo.

De acordo com a secretaria, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti estão sendo realizadas diariamente, através do Núcleo de Controle de Endemias e ESFs. “Estamos bloqueando criadouros em todos os casos suspeitos e aplicando a nebulização naqueles já confirmados”.

Até esta quarta-feira (13), foram realizadas no município 220 notificações, sendo 81 casos confirmados, 20 negativos e 119 aguardando.

A Secretaria Municipal de Saúde pede apoio da população quanto a evitar o acúmulo de materiais inservíveis que acumulem água, e que verifiquem seus quintais diariamente, eliminando qualquer foco de criadouros do mosquito. É necessário também descartar corretamente o lixo e evitar jogar lixo em locais impróprios.

As ações do Núcleo de Controle de Endemias de eliminação do mosquito, só são possíveis, quando realizada a notificação do caso de dengue. Orienta- se quem apresentar dois desses sintomas, como febre alta, dores no corpo, dor ao redor dos olhos, náuseas, vômitos, dor de cabeça e manchas vermelhas pela pele, que procure atendimento médico para avaliação. O apoio de toda população é fundamental para que juntos possamos combater o mosquito Aedes aegypti. “A dengue mata”, alerta.

Assessoria de Imprensa Prefeitura de PV

Comentários